As sessões de exercício e treino devem ser curtas. Para melhores resultados, faça treinos diários compostos de três sessões com cinco minutos cada, pois isso ajuda a manter o dachshund atento. A frequência reforça as técnicas que ele deve aprender.

Recompense o bom comportamento

Para que o dachshund obedeça os comandos, é necessário recompensá-lo sempre que ele fizer o que for mandado. Ao dar o comando “sentar”, por exemplo, e o cão obedecer, faça carinho e agrade-o para que ele entenda que fez algo certo. Além disso, sempre que o animal fizer algo positivo, dê um petisco ou coce as costas dele para que ele perceba que são esses tipos de comportamentos que você quer que ele tenha.

Se possível, realize o treinamento na hora das refeições dele, utilizando a própria ração como petisco, evitando assim que ele coma demais e fique obeso.

Ignore o mal comportamento

Ajude o dachshund a compreender o que ele não deve fazer, ignorando qualquer tipo de comportamento inadequado e evitando recompensá-lo.

Por exemplo: se o cão quer passear e começar a correr pela casa de tão animado, ignore-o até que ele pare e seja possível colocar o arreio e a guia. Logo que a “corrida” for interrompida, coloquea peitoral e leve-o para dar uma volta.

Faça isso sempre que passear com o dachshund para que ele possa entender que aquele comportamento não é algo que agrada a você. Dessa forma, o pet aprenderá que ficar correndo pela casa não vai fazer com que ele “convença” o dono a passear, e sim quando fica parado e quieto.

Contrate os serviços de um adestrador profissional e licenciado

Se o dachshund insiste em não obedecer, uma alternativa é contratar alguém para ajudar no treinamento. Adestradores autorizados podem ser de grande valia, principalmente se estiver difícil de corrigir comportamentos inadequados do cão.

Há ainda a chance de colocar o dachshund em um local que realiza adestramento em grupo, caso queira que o animal também socialize.

Deixe uma resposta