Como tratar e cuidar da pelagem do dachshund

Use um xampu especial para cães. Se o pelo dele for curto, faça isso a cada 20 dias ou até três meses. Caso o pelo seja comprido, pode ser necessário dar banhos com mais frequência, nunca num intervalo menor de 15 dias.

  • Banhos em excesso estimulam muito as glândulas sebácias, fazendo com que qualquer cão tenha um cheiro mais forte.

Use um spray para borrifar água e molhar todo o pelo do cão, mas evite os locais em volta dos olhos, orelhas e nariz. Depois, esfregue o produto sobre a pelagem e enxágue-a, retirando todo o xampu. Seque o cão com uma toalha.

Após os banhos, é importante dar um petisco e agradar o dachshund para que ele associe esse momento com aspectos positivos.

Penteie o dachshund

Se o cachorro possuir pelo bem curto, uma vez por semana será o suficiente; do contrário, é necessário utilizar uma escova ou pente todos os dias para que os pelos não fiquem enrolados e cheios de nós.

Use um pente largo para desfazer os nós antes de utilizar uma escova.

Não esqueça de fazer carinho e dar um petisco a ele logo depois da escovação, para que ele associe o processo com boas coisas.

Corte as unhas do cão

Para isso, é necessário ter um cortador de unhas especial para cães, que são vendidos em pet shops. Além disso, o dachshund precisa se acostumar com o manuseio das patas pelo dono antes que ele possa efetivamente cortá-las. Se o cachorro fica assustado, faça carinho nas patas antes de realizar o corte, recompensando-o depois. Quando ele aparentar mais conforto e calma durante o manuseio das unhas, corte-as.

Cuidado para não aparar excessivamente a unha ou a veia que está na parte interior dela poderá ser cortada. Essa área é bastante sensível e causa sangramento ao ser cortada.

Peça para o veterinário mostrar a maneira correta de apará-las ou leve o dachshund a um pet shop.

Observe se existe algum problema

Ao dar um banho e deixar o corpo do dachshund bonito e cheiroso, verifique se existe algum outro problema de saúde, como pulgas, carrapatos e outros.

Analise atentamente a pele do cão e veja se há feridas, protuberâncias ou locais sensíveis, além dos ouvidos, que não devem ter odores desagradáveis e excesso de cera.

Caso encontre algo considerado anormal, entre em contato com um veterinário imediatamente.

Deixe uma resposta